Workshop promovido pela BASF, traz GUY CARVALHO, como palestrante.

25.07.2019 Autor: Gilmar Souza Fonte:
A cidade de Santo Antônio do Jardim-SP, cidade com base histórica na Produção de Cafés, sediou dia 24 de Julho de 2

A cidade de Santo Antônio do Jardim-SP, cidade com base histórica na Produção de Cafés, sediou dia 24 de Julho de 2019, uma conferência sobre Cafeicultura que trouxe como convidado principal Guy Carvalho, engenheiro Agrônomo, também produtor de Cafés espiais, com MBA em Gestão em Agronegócios, pela FGV e Especialização em Agronegócio do Café pela Universidade Illy/Pensa.

O Tema foi “Tecnologias visando aumento de competitividade, produtividade e sustentabilidade. ” 

A proposta da Parceira BASF, é levar soluções que mostrem e qualifiquem seus clientes a estarem à frente do que se tem de mais moderno em inovações na Cafeicultura.

Guy Carvalho, mostra em sua apresentação, a importância do planejamento para implantação de novas áreas de lavoura. Contou como enxerga e orienta o produtor sobre a questão da Bienalidade. 

Um dos seus trabalhos com grande resultado em produtividade é o Revigoramento do cafeeiro através de podas, safra zero e outros.

Com sua experiência em pesquisas e parcerias com institutos de Pesquisa, como Embrapa, IAC, Epamig, tem feito um trabalho criterioso de seleção de novas variedades, implantando bancos com diversas cultivares, que ao longo dos anos, vem se destacando por resistência a seca, doenças e maior produtividade. Tudo isso é possível através de melhoramento genético e revisão no campo de diversas propriedades espalhadas por Minas Gerais e São Paulo. 

A corrida por qualidade vem junto com adequação para mecanização e principalmente Construção de fertilidade. Os avanços nas pesquisas sobre nutrição do café arábica no Brasil, resulta de novos trabalhos de pesquisas e experiências em lavouras comerciais em diversas regiões: Bahia, São Paulo e Minas Gerais.

E por fim, mas como tema de ênfase neste Encontro, Guy Carvalho pontua o que o MIP- Manejo Integrado de Pragas e Doenças, é uma ferramenta essencial na gestão dos parques cafeeiros.  Se bem aplicado, amenizar muito os problemas com as principais doenças e pragas do cafeeiro que limitam a produtividade máxima.

É possível passar com tranquilidade por essas doenças, se o produtor se aproximar de sua lavoura e entender melhor o comportamento das pragas e doenças, diz Guy Carvalho. 

O monitoramento é o mais importante, para possa agir na hora certa, fazendo aplicações pontuais e com eficiência.  A falta de controle por parte do produtor, pode trazer prejuízos e quedas na produtividade. 

O MIP, Para Guy Carvalho é a base da eficiência agronômica. A ação e tomada de decisão no momento certo, reduz entradas na lavoura, além do uso racional de produtos e defensivos.

No modelo do MIP utiliza-se conhecimento, ciência trazidas por parceiras como a BASF, muito monitoramento e integração com técnico responsável para tomada de decisão. 

“Se bem planejado e monitorado é possível passar pelas pragas e doenças produzindo com custo sustentável ao produtor.” Finaliza GUY CARVALHO.

O Encontro fechou com chave de ouro num com Jantar oferecido aos   participantes.

A realização do Evento que contou com os profissionais, João Pedro Milanez – Assitente Técnico, Marina Tortolo Lombadi - Técnica de Desenvolvimento de Mercado da BASF e Douglas Maximiano- Representante Técnico da BASF.

A organização do Evento ficou a cargo da FULIAGRO Insumos agrícolas, coordenado pelo Engenheiro Agrônomo César Luis Fuliaro, também responsável pela equipe Técnica da empresa. Foram recebidos 141 participantes, apoiando os temas e dando abertura para difusão de conhecimento, marca registrada de Guy Carvalho.


Agradeço a parceira BASF por mais uma oportunidade de levar ao produtor experiências e práticas na produção sustentável de cafés especiais.

Galeria

Veja Também

Clientes