X Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil: o maior evento científico sobre o tema da história

15.10.2019
O X Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil, realizado pelo Consórcio Pesquisa Café e Embrapa Café, reuniu mais de

O X Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil, realizado pelo Consórcio Pesquisa Café e Embrapa Café, reuniu mais de 1100 participantes entre técnicos, pesquisadores, especialistas, professores e estudantes universitários. Também estiveram presentes dirigentes de instituições representativas do setor cafeeiro, como associações e cooperativas, empresários, cafeicultores e demais interessados no desenvolvimento do agronegócio dos cafés do Brasil, além profissionais da imprensa especializada em agricultura.


Nos dias 9 (quarta-feira) e 10 (quinta-feira) de outubro, o Simpósio contou com 400 trabalhos científicos, 30 apresentações orais de trabalhos acadêmicos, cinco mesas redondas sobre as principais temáticas da lavoura cafeeira e diversas palestras técnicas, que tiveram como principais temas: o papel das cooperativas na inovação e sustentabilidade na cafeicultura, custos de produção e rentabilidade dos cafés do Brasil, cafeicultura de precisão, gestão sustentável da água na cafeicultura, expressão máxima da qualidade dos cafés e manejo de pragas na cafeicultura. No dia 11, sexta-feira, como atividade opcional e mediante adesão dos interessados, os participantes puderam visitar lavouras de café arábica ou conilon, em locais definidos pelo Incaper, para conhecer tecnologias adotadas e desenvolvidas no âmbito do Consórcio Pesquisa Café.


Durante o evento, alguns dos colunistas do nosso site estiveram presentes. Entre eles estava Thiago Henrique Pereira Reis, que apresentou um trabalho sobre a “Construção da fertilidade do solo para altas produtividades do cafeeiro de forma sustentável”, que sugeriu um solo ideal sob o ponto de vista dos valores de atributos e teores de nutrientes, assim como estratégias de manejo para atingir esses teores no solo, e Mário Ferraz de Araújo, da Cooxupé, que participou de uma mesa redonda sobre Custos de produção e rentabilidades dos Cafés no Brasil e comentou sobre os custos comparativos entre os cafeicultores mais eficientes e os não eficientes, além de mostrar os principais aspectos da cultura que podem trazer sucesso ou insucesso na atividade, como produtividade, idade das lavouras, gestão da propriedade, entre outros.


Guy Carvalho ministrou o minicurso Nutrição do Cafeeiro, em que compartilhou sua trajetória de estudos e experiência no assunto e mostrou conceitos importantes sobre o tema, com destaque especial para o uso do fósforo. Além disso, também apresentou o trabalho “Influência da irrigação na densidade e produtividade de Coffea arabica L. (cv Acaiá)”, juntamente com a Dra. Paula Tristão Santini. O trabalho avaliou a influência da irrigação na densidade de grãos e produtividade da espécie no Sul de Minas Gerais e demonstrou a importância das práticas de conservação da umidade do solo ou de irrigação na produção de grãos com maior densidade, o que desperta valor econômico.

Na foto: Dra. Paula Tristão Santini e Guy Carvalho durante a apresentação do trabalho “Influência da irrigação na densidade e produtividade de Coffea arabica L. (cv Acaiá)”


O Simpósio ficou marcado como o maior evento científico de pesquisa dos cafés do Brasil da história, unindo trabalhos sobre arábica e robusta no estado produtor das duas variedades, o Espírito Santo. Uma das marcas do evento foi a inovação, presente nas falas de diversos produtores e pesquisadores durante os debates e conversas, afim de incentivar novas formas de se pensar sobre a cafeicultura. Outro ponto forte foi a quebra do paradigma de que o café serve somente para bebida devido às recentes descobertas da riqueza de proteínas da planta, que possui teores proteicos maiores que a soja e não trazem nenhum tipo de alergia no consumo, abrindo assim um futuro sobre derivados da proteína do café para a alimentação.


“O X Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil foi um sucesso graças ao empenho das instituições consorciadas, em particular nossa anfitriã, o Incaper. Nós tivemos um resgate da união do Consórcio e das consorciadas, resultados de pesquisas maravilhosos, que são o resultado da carteira de projetos que está se encerrando agora, além de contribuições importantes sobre qualidade, melhoramento e aproveitamento do café para outras finalidades. Pretendemos, daqui há 2 anos, realizar a 11ª edição, e que nela tenhamos o mesmo número de inscritos, que passou dos mil nesse evento. Foi fantástico! E do ponto de vista científico mais uma contribuição importante do Consórcio”, disse Omar Cruz Rocha, chefe adjunto de P&D da Embrapa Café.


Confira as fotos do evento na galeria.


Mais fotos em Imagens do X Simpósio dos Cafés do Brasil

Veja Também

Clientes