Cafés Vulcânicos

17.03.2020 Autor: Cafés Vulcânicos Fonte: Cafés Vulcânicos
Associação tem como finalidade a valorização e a sustentabilidade dos cafés da região

Os cafés vulcânicos são uma Associação dos Produtores de Cafés Especiais da região de Poços de Caldas, Sul de Minas, abrangendo os municípios mineiros de Andradas, Bandeira do Sul, Caldas, Campestre, Botelhos e Cabo Verde, e os municípios do estado de São Paulo de Divinolândia, São Sebastião da Grama e Caconde. Foi idealizado em agosto de 2012 e tem como objetivo principal agrupar os produtores de cafés especiais da região de solos vulcânicos.

Essa Associação tem como finalidade a busca pela valorização e a sustentabilidade da cafeicultura de montanhas no planalto vulcânico da região, o oferecimento de um produto diferenciado e a atração de novos investimentos. Promovem o incentivo da melhoria contínua da qualidade do café na região através da criação de um selo próprio e unem forças para obter maior competitividade no setor com abertura de mercados e receptividade no momento de comercializar. Para os consumidores, o selo garante a procedência e a qualidade de um café reconhecidamente produzido em solo vulcânico.

A região de Poços de Caldas está situada em uma formação rochosa originária de um vulcão há muito tempo extinto. Tal condição propiciou o desenvolvimento de uma cadeia de montanhas que, junto à Serra da Mantiqueira, proporciona à região condições de altitude (que chegam a 1500m), clima ameno e solo rico em minerais e elementos raros.

Com o solo e clima privilegiados, o Sul de Minas é a maior região produtora de cafés do mundo, alcançando altos níveis de qualidade. O trabalho tradicional dos produtores, na sua maioria familiares, permite o aperfeiçoamento de sabores e aromas especiais. Os cafés da região de Poços de Caldas são únicos e cheios de classe, dotados de atributos superiores, assim como os da Dona Dulce Franco e do seu marido Dino, que atingiram pontuação de até 88 pontos na bebida, ficando entre os 100 melhores cafés da 2° edição do Concurso Três Corações - Florada Premiada. Sua propriedade, localizada em Campestre, no Bairro Pinhal, colheu, em 2019, mais de 50% da produção com pontuação acima de 80 pontos. Com um café da cultivar Mundo Novo, seu irmão Olímpio José Franco ficou entre os finalistas do Programa Especialíssimo da Cooxupé com 88 pontos, e um lote de 85 pontos do seu café também chegou à final. Em Botelhos, foram campeões do concurso com o café Mundo Novo cereja descascado pontuando 85 pontos, o Rubi pontuando 86,06 pontos e o Catuaí pontuando 83,83 pontos. Em Campestre, ganharam o concurso com um café Rubi pontuando 85,71. Da COCCAMIG, conseguiram o 4° lugar com um café Rubi pontuando 84,47 e um Catuaí Amarelo pontuando 84,06 pontos. Desde 1878, sua família está no café na mesma propriedade. As terras continuam férteis e com nascentes preservadas.

Fonte: www.cafesvulcanicos.com.br

Contato: (35) 99819-6519

E-mail: contato@cafesvulcanicos.com.br

Galeria

Veja Também

Clientes