Braquiária Como Cultura de Cobertura na Lavoura de Café

25.04.2018 Autor: Guy Carvalho Fonte: Papo de Cafeicultor
Braquiária Como Cultura de Cobertura na Lavoura de Café

Amigos cafeicultores, no decorrer dos episódios desse canal, sempre falamos da importância de cultura de cobertura no solo na construção de fertilidade. Evitando perdas por erosão e exposição direta a altas temperaturas. Nesse programa, vamos falar sobre exclusivamente da braquiária. Uma excelente cultura de cobertura para ser cultiva nas entre linhas da lavoura de café. Vamos compartilhar conhecimento, experiência bem-sucedidas nas fazendas que assisto. Para isso, fomos visitar algumas delas. Em Paraguaçu, fomos na Fazenda Santa Cruz, em Conceição da Aparecida fomos nas fazendas Morro Alto e Monte Verde e em Três Pontas, nas Fazendas Caxambu e Aracaçu.

Para falar de benefícios da braquiária, consultei meu amigo e Pesquisador da Embrapa, Dr. Homar Rocha. Segundo ele, dentre as características esperadas para uma espécie de vegetal ser usada como planta de cobertura, destaca-se: perenidade, persistência por ressemeadura natural, a facilidade de formação, a tolerância a mecanização, resistência a outras ervas daninhas e a facilidade de serem radicadas.

Nesse sentindo, a braquiária se sobressa por atender todas essas características e ainda por trazer ganhos para o cafeicultor. Tanto no ponto de vista econômico, evidenciado pela redução de custo devido ao menor número de roçadas e da necessidade de defensivos para o controle de mato no ponto de vista ambiental, pois aumenta a capacidade de armazenamento do solo em 20% a partir da ação agregadora de suas raízes que aumenta a matéria orgânica e a micro atividade do solo.

Em resumo, podemos destacar esses benefícios: protege contra a erosão, adiciona, recicla e armazena nutrientes, reduz a temperatura e a evapotranspiração direta do solo e retém mais água. Agora, para quem não utiliza e querem experimentar essa cultura de cobertura na lavoura de café, vou explicar como é o processo de plantio.

Muito simples. Deve ser feito um bom preparo de solo com semeio raso de planta de cereais. Sempre que for a ranço devemos incorporar cerca de 2cm do solo e não deixar as sementes expostas ao sol. A dica dessa operação é misturar as sementes em calcário ou fertilizantes para facilitar os ajustes das doses da semente. A hora certa para plantar é o início do período chuvoso. O ideal é aproveitar maior incidência de luz nas entre linhas. Isso ocorre no período de formação da lavoura, primeiro e segundo ano de plantação ou no momento da renovação através da poda.

Temos utilizado, para implantação em novas áreas, a Brachiaria ruziziensis, pois germina muito rápido, perfura muito bem, proporciona maior cobertura de solo e outra vantagem é não entouceirar. A Brachiaria de cumber também pode ser usada. O mais importante é escolher uma marca de confiança e tradição no ramo que ofereça apoio técnico e as qualidades fundamentais: vigor, germinação e grau de pureza.

Agradeço a sua audiência, continue acompanhando o nosso canal Papo de Cafeicultor e até o próximo programa

Galeria

Veja Também

Clientes