Manejo do mato nas linhas associado à cultura de cobertura

25.10.2018 Autor: Carol Silvério Fonte: Guy Carvalho
A utilização de herbicidas que podem ser utilizados juntamente com a braquiária para controle do mato na faixa próxima aos pés de café é importante, pois mantém uma cultura de cobertura nas entrelinhas do café

As plantas de cobertura têm a finalidade de cobrir o solo, protegendo-o contra processos erosivos, além de adicionarem, reciclarem e armazenarem nutrientes, reduzirem a temperatura e a evaporação direta e reterem mais água no solo. 


Tão importante quanto a parte aérea das plantas de cobertura são as suas raízes, que apesar de terem seus efeitos na produtividade agrícola ainda pouco reconhecidos, auxiliam na construção e ativação biológica do perfil do solo. 


O manejo racional das plantas de cobertura, como a braquiária por exemplo, é extremamente importante, uma vez que pode ocorrer competição entre elas e a lavoura cafeeira, com perdas significativas para o arbusto.  Além disso, também é importante manter limpa a faixa próxima as plantas para permitir a aplicação dos insumos necessários. 


Faixa próxima aos pés de café sem mato e braquiária nas entrelinhas


Para o controle do mato nessa faixa é importante a utilização de herbicidas que podem ser utilizados juntamente com a braquiária, que permitem manter uma cultura de cobertura nas entrelinhas do café, garantindo a umidade ideal do solo para reciclagem dos nutrientes enquanto as plantas ficam livres para bom desenvolvimento. 


Entre os produtos utilizados para o controle de ervas daninhas para o cafeeiro e manutenção da cobertura do solo somente nas entrelinhas destaca-se o Alion, tecnologia desenvolvida pela Bayer que se casa perfeitamente com as necessidades do cafeicultor e interage muito bem com o manejo das plantas de cobertura.  O Alion é um herbicida pré-emergente, ou seja, age impedindo a emergência das plantas daninhas. 


A época correta para aplicação dos herbicidas pré-emergente é no início das chuvas, uma vez que o produto necessita de umidade no solo para ter efeito.  Caso o produtor necessite utilizar em outros períodos também é possível, desde que o solo esteja úmido e limpo (sem a presença de mato vivo).  Caso já tenha sementeira é necessário aliar o uso de um herbicida pós-emergente de contato ou sistêmico para eliminas as plantas e, se houver a presença de sementeira em maiores quantidades, aplicar primeiro o pós-emergente e após a morte das plantas aplicar o Alion.  


Os resultados de quem utilizou o Alion de forma correta e com acompanhado técnico foram excelentes, tanto na forma mecanizada quanto na aplicação manual.  Como é feito somente uma aplicação, que chega a ter resultados significativos por até 8 meses, o produto não é recomendado durante o período de formação, pois pode ser tóxico para plantas novas. 


Sem dúvidas, a utilização do Alion para controle do mato associado a cultura de cobertura é mais uma tecnologia disponível que vem para auxiliar o cafeicultor no manejo e redução de custos.


Para saber mais sobre o assunto, acesse os vídeos do Canal Papo de Cafeicultor.


Combate de ervas daninhas no cafezal -  https://www.youtube.com/watch?v=-C0xn-YZmMg&t=3s


ALION: a tecnologia que chegou para ficar! - https://www.youtube.com/watch?v=IbDp-gbzE1A&t=110s 

Galeria

Veja Também

Clientes