Principais vantagens do uso do organomineral para o solo

09.12.2019 Autor: Dra Paula Santini Fonte: AgroCp
Conheça em detalhes as principais vantagens do fertilizante organomineral CPMult

Os fertilizantes organominerais são provenientes da mistura ou combinação de material orgânico humificado com fertilizantes minerais, tendo como produto final um fertilizante de liberação lenta ou disponibilidade controlada, que melhora a eficiência agronômica dos minerais para as plantas. Nessa composição, a parte orgânica deve conter características químicas, físicas, físico-químicas e biológicas dentro de padrões pré-estabelecidos (saiba mais acessando o link - O que são os fertilizantes organominerais?)

A matéria orgânica presente nos fertilizantes organominerais é importante para melhorar a fertilidade do solo e suas propriedades físicas, atuando principalmente nos seguintes processos: 

a) Aumento da capacidade de retenção de água

As substancias húmicas presentes principalmente na matéria orgânica decomposta apresentam um balanço bastante superior de microporos em relação ao solo, ou seja, são mais esponjosas do que ele, o que as torna mais capazes de reter água. É o chamado “efeito esponja”, importante para que as plantas possam germinar, crescer, florescer e frutificar, aumentando assim a sua capacidade produtiva. 

b) Aumento da capacidade de CTC (capacidade de troca de cátions)

Um dos fenômenos mais interessantes do meio ambiente e que propiciou a vida dos vegetais em nosso planeta foi a capacidade da parte sólida do solo trocar cátions com a solução do solo. É considerado o segundo fenômeno mais importante da natureza, atrás somente da fotossíntese. A matéria orgânica é a principal responsável pela CTC, processo importante para que os nutrientes aplicados via fertilizante não sejam perdidos por lixiviação, favorecendo posteriormente a sua troca para a solução do solo e atendendo a demanda nutricional das plantas. 

c) Aumento da superfície específica ou da área de contato do solo

O aumento da superfície específica do solo gera um incremento na sua área de contato com as raízes, consequentemente aumentando a eficiência agronômica na absorção de água e nutrientes.  

d) Coloração

É uma consequência da presença de matéria orgânica humificada, sendo que quanto maior o teor de matéria orgânica mais escuro tende a ser a coloração do solo. A coloração interfere diretamente na temperatura e atividade biológica do local.  

e) Atividade biológica

Quanto maior o teor de matéria orgânica maior é atividade microbiológica do solo, pois ela é o substrato indispensável para o estabelecimento das colônias de microfauna e flora no local. Ambos realizam a decomposição da matéria orgânica, promovendo a ciclagem dos nutrientes. 

f) Disponibilização de nutrientes para absorção

Observa-se uma redução significativa das perdas de nitrogênio pelo uso de fertilizante organomineral em relação à aplicação superficial de resíduos de suínos e aves, uma vez que o enterro ou injeção do resíduo no sulco de plantio reduz a volatilização de amônia. Nessa mesma lógica, o uso de fertilizantes organominerais reduz as emissões de gases de efeito estufa, representando ganhos ambientais em relação ao uso dos resíduos in natura.


Conhecendo as vantagens do fertilizante organomineral para o solo, fica ainda mais evidente a importância da sua aplicação. Aguarde a próxima publicação da Equipe AgroCp, em que será abordado o tema - Fertilizante organomineral: benefícios para a agricultura e meio ambiente.

Galeria

Veja Também

Clientes